Um capital político multiplicado no trabalho genealógico

Publicado em: Revista Pós Ciências Sociais. v. 8 n. 15 São Luis/MA, 2011

RESUMO

Utilizando arquivos privados e entrevistas como suporte da discussão, este artigo analisa uma genealogia, publicada em 1970, que retraça, seletivamente, uma longa história de famílias de Minas Gerais que controlaram recursos políticos ligados aos postos da administração do Estado, desde o Império, passando pela República e por ditaduras, até os anos 1960. Examinando as formas escolhidas pelo autor para construir a genealogia  – em especial a escolha de uma mulher (e não de um casal) para a origem de uma família que agrupa pessoas dispersas em muitas linhagens masculinas, e que não poderiam ser ligadas de outra forma – e , ao mesmo tempo, estudando minuciosamente as alianças matrimoniais cumulativas, o estudo dessa genealogia dá uma visão do que permitiu a estas famílias, durante mais de cento e cinquenta anos, disputar com sucesso num campo de forças tão instável como a política. Dessa maneira, o artigo vai além do estudo genealógico propriamente dito, permitindo compreender o que assegura a determinados grupos a força necessária para agir, com êxito, nas transformações do espaço político.

Palavras-chave: Genealogia como instrumento político. Alianças matrimoniais. Famílias de políticos. Controle de recursos políticos. Acumulação de capital político e social. Produção simbólica.

ABSTRACT

Using private archives and interviews to give support to the discussion, this paper analyses a genealogy book, published in 1970, which presents the account of kinship of several families from the State of Minas Gerais whose members participated actively in politics and government administration from the independence of Brazil up until the 1960s. By examining the choices of the author on building the genealogy – in particular the choice of a woman as the origin of the family in order to embrace many male lines that wouldn’t be connected otherwise – and studying the cumulative marriage alliances, the review of this genealogy helps to unfold this family history, over more than 150 years, observing what enabled all those different lineages to act successfully on a power field as instable as this of politics. Thereby, the paper goes beyond the mere genealogical review, by allowing the reader to understand what ensures certain groups the necessary strength to succeed despite the transformations of the political space.

Keywords: Genealogy. Marriage alliances. Political family. Command of political resources. Accumulation of political and social capital. Political means.

Artigo completo aqui.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s